Evolução Bolsonaro

Bolsonaro é um fenômeno comunicacional, antes de ser um fenômeno político. Este gráfico mostra a série de buscas pelo termo “bolsonaro” no Google desde 2004. O interesse pelo termo, que era quase insignificante durante boa parte da vida política de Bolsonaro, passa a gerar muito interesse quando este “descobre” que a polêmica nas redes poderia ser um caminho para se destacar. Ajudado pela mídia “tradicional” que amplificou este fenômeno, Bolsonaro vem aumentando a exposição através da polêmica. Isso tudo só é possível de entender pois o jornalismo se tornou refém dos processos inseridos no Capitalismo de Vigilância, deixando os métodos tradicionais de apuração, para se engajar cada vez mais na cobertura via ondas de redes sociais, num processo que chamo, já que tem a ver com redução de custos nas redações, de neoliberização do jornalismo chamado de profissional.